Turismo espacial já é realidade: hotéis de luxo na órbita terrestre e cruzeiros até a lua

Turismo espacial já é realidade: hotéis de luxo na órbita terrestre e cruzeiros até a lua

“Que mundo pequeno!”. Você já deve ter usado essa expressão ao menos uma vez na vida, quando se deparou com alguma situação improvável. Nos últimos anos, entretanto, ela ganhou um novo sentido, mais literal, quando o assunto é turismo. Abandonar tudo e dar a volta ao mundo já não é a maior aventura turística que alguém pode ter. O planeta Terra parece ter ficado pequeno demais para os viajantes, que agora partem para o turismo espacial.

Empresas como as americanas Virgin Galactic e a Blue Origin já estão investindo em voos espaciais comerciais para turistas que desejam sobrevoar a Terra por algumas horas em lançamentos suborbitais. No entanto, outros projetos mais ousados estão em andamentos. A startup americana Orion Span, por exemplo, já tem planos de enviar turistas para a órbita terrestre em 2022, a bordo da Aurora Space Station, um hotel de luxo no espaço.

A estação espacial é capaz de abrigar até seis pessoas, que orbitarão na Terra por 12 dias. Para isso, é preciso desembolsar 9,5 milhões de dólares. Vagas já estão sendo reservadas com um adiantamento de 800 mil dólares. De acordo com a Orion Span, a estação terá um design digno de filmes de ficção científica, com várias janelas com vista para o espaço e até conexão Wi-fi. Também estão sendo projetados recursos holográficos, para permitir que os hóspedes simulem caminhadas na lua e até jogos de golfe na Terra.

Aurora Space Station

 

Mas para quem busca uma aventura ainda mais completa e profunda no espaço, outra empresa americana de sistemas aeroespaciais, a SpaceX, pode ter a solução. Em 2023, ela pretende enviar turistas rumo à Lua no Big Falcon Rocket (BRF), protótipo ainda em construção. O empresário bilionário japonês Yusaku Maezawa foi anunciado como o primeiro tripulante da aeronave, que deve dar a volta em torno da Lua e, em seguida, retornar à Terra, em uma espécie de cruzeiro no espaço.

Maezawa não irá sozinho, ele já garantiu a compra de ingressos adicionais com o objetivo de levar entre seis e oito artistas com ele. Além disso, a aeronave deve comportar aproximadamente 100 pessoas, o que abrirá espaço para novos adeptos à aventura. Para a Forbes, o bilionário afirmou que pretende transformar a viagem espacial em um projeto artístico, chamado por ele de #dearMoon. Ainda não foram revelados os valores do investimento. Apenas a construção do BRF, cujo protótipo ainda está em desenvolvimento, é estimado em 5 bilhões de dólares.

Big Falcon Rocket
Big Falcon Rocket