Pesquisa revela quais são as prioridades dos turistas brasileiros

Pesquisa revela quais são as prioridades dos turistas brasileiros

Se uma palavra fosse capaz de resumir o Brasil, pluralidade provavelmente seria a mais certeira. Afinal, o país tem mais de 200 milhões de habitantes espalhados em uma área de mais de oito milhões de quilômetros quadrados. Tanta gente em uma terra tão extensa só poderia resultar no que temos hoje: pluralidade de cores, culturas e sabores. Apesar de toda essa diversidade, há alguns padrões de comportamento bastante comuns de norte a sul do país, especialmente quando o assunto é viagem. O Kayak, uma das maiores plataformas de planejamento de viagens do mundo, realizou uma pesquisa em 26 países que revela quais são os hábitos dos turistas de acordo com a nacionalidade. No Brasil, 968 pessoas com idade entre 18 e 65 anos e oriundas de diferentes estados foram ouvidas. Alguns resultados já eram de se esperar, mas outros são bastante curiosos.

Sombra e água fresca

O primeiro ponto da pesquisa foi o destino preferido para viagens. Os brasileiros não hesitaram na escolha: praia. O litoral é o destino prioritário de 70% dos brasileiros durante as férias. Em um país tropical, com tantas opções de praias, inclusive algumas das consideradas as mais bonitas do mundo, não é difícil imaginar o porquê.

Já o turismo de aventura fica completamente para trás. 79% dos brasileiros afirma nunca ter escolhido um destino para praticar ou melhorar habilidades esportivas. O esporte mais comum entre eles é o mergulho, praticado por 33% dos entrevistados. Outro ponto para as regiões praianas!

Mesmo que sombra e água fresca acabe sendo a prioridade na prática, outra pesquisa semelhante ao o Kayak, realizada pelo site de viagens Booking com 20.500 viajantes de 28 países, apontou que brasileiros gostariam de se aventurar em viagens, mas tem medo. Não fosse o receio, 76% gostaria de fazer viagem de carro, 52% viagem de trem por longa distância, 50% viagem de voluntariado, 49% viagem de última hora, 47% aventura gourmet e 44% viagem para saber mais sobre seus ancestrais.

O bolso e o bucho

O principal fator determinante em viagens para os turistas nacionais é o preço de passagens. O peso no bolso é o que mais pesa na hora da compra de passagens para 50% dos entrevistados no Brasil, de acordo com dados do Kayak. A pesquisa apontou também que 43% dos brasileiros priorizam suas economias para viajar. Durante as viagens, a prioridade de gastos dessas economias para 40% dos participantes é compras.
Além do valor das passagens, a gastronomia também é um fator importante para os brasileiros. 55% afirma que escolhe seus destinos pela qualidade da comida. Para 21% a gastronomia é o fator principal. Além disso, 58% prefere restaurantes que sirvam comidas locais durante as viagens.

Romance? Só com os hotéis

Um dado curioso obtido pela pesquisa da plataforma Kayak diz respeito aos hábitos românticos dos brasileiros durante viagens. 68% afirma nunca ter começado um relacionamento com alguém que conheceu no seu destino turístico e 74% nunca teve um relacionamento com um/a parceiro/a que vive no exterior.

No entanto, a maior parte dos brasileiros está em um relacionamento sério com hotéis. A acomodação é a preferida de 52% dos viajantes entrevistados, mas não pense que é um amor sem interesses. Café-da-manhã incluso é uma prioridade para 84% dos entrevistados desse grupo. Em relação às outras acomodações, 21% prefere se hospedar na casa de amigos ou familiares, 20% prefere quartos ou casas alugadas e apenas 3% dá chance aos acampamentos.

#partiuférias

Ao contrário de outros visitantes mundo afora, que preferem se desligar da tecnologia durante viagens, os brasileiros gostam mesmo de compartilhar todos os momentos possíveis com sua rede virtual de amigos. 53% dos entrevistados da pesquisa Kayak gosta de publicar fotos de viagens nas redes sociais, 37% gosta de escrever sobre elas e 22% publicar vídeos.
Além do fator ostentação ou ser fonte informação — 50% dos brasileiros se inspira em sites para planejar férias, e 49% busca famílias e amigos como fonte de inspiração —, as imagens, vídeos e textos também ajudam a relembrar os bons momentos das viagens quando elas acabam e bate aquela tristeza. Para 56% dos brasileiros, a tristeza após o fim das férias é inevitável. Para lidar com ela, 40% procura melhorar a alimentação. Será que funciona?